DNA Rubro-Negro | Para quem nasce Flamengo

Coutinho, um comandante que faz muita falta

Postado em Colunas,Recordar é Viver | Wednesday, 27 de November de 2013

claudio-coutinho-flamengo

Fala Nação bem treinada!

É sempre importante lembrar dos campeões da década de 80, mas um deles mrece uma atenção muito especial, mesmo não tendo estado no gramado naqueles títulos, e na verdade nem mais entre os vivos na época. Quero falar do eterno treinador Cláudio Coutinho, o visionário.

Coutinho nasceu em Dom Pedrito, próxima à fronteira com o Uruguai, mas veio para o Rio quando tinha quatro anos de idade onde acabou ingressando na Escola Militar. Chegou ao posto de Capitão de Artilharia e se graduou na Escola de Educação Física do Exército. Em 1968 conheceu o professor norte-americano Kenneth Cooper e convidado pelo mesmo, freqüentou o Laboratório de Estresse Humano da NASA. Dando prosseguimento às suas experiências internacionais, defendeu tese de mestrado na Universidade de Fontainbleau, na França.

imagesEm 1970 foi preparador físico da Seleção Brasileira, tricampeã mundial no México, e lá trabalhou com o Método de Cooper, sendo a partir daí conhecido por seu o seu introdutor no Brasil. Após a copa do mundo foi treinador da Seleção Peruana, coordenador técnico do Brasil na Copa de 74, no Olympique de Marselha e na Seleção Olímpica de 1976. É aqui que a história com o mengão começa.

Ele não começou a carreira no Flamengo, mas sua relação com o rubro negro sempre foi de extremo amor. Estreou como treinador do Flamengo em 12 de setembro de 1976, substituindo Carlos Froner. Sua primeira partida no comando foi de vitória sobre o Sport por 3 a 0, no Maracanã. Permaneceu no Fla até ser convidado a treinar a seleção brasileira para a copa de 78, na Argentina.

Captura de Tela 2013-11-26 às 23.23.57

Coutinho, como de costume, tratou de implantar sua filosofia própria, a europeização dos métodos. Para ele, a seleção brasileira já não podia depender só dos craques, mas sim de um esquema em grupo, com disciplina tática. (interessante como esse assunto nunca sai de moda né? risos) Ele adorava usar terminologias um pouco confusas para descrever seu estilo, como o “overlapping”,  ”ponto futuro” e a “polivalência” (hoje isso tudo te soa como extremamente comum e óbvio né?!).

Após uma série de problemas, críticas e desconfiaça, além de intromissão da CBD, o Brasil, embora não chegasse à final, terminou como o único time invicto da competição, o que levou Cláudio Coutinho a cunhar uma frase que se tornaria célebre: “Fomos os campeões morais dessa Copa”. Leia mais

Burita

por Burita

Rafael Burity, o “Burita”, tem 30 anos, é designer web e ilustrador. Co-criador do site Riojob, divulgação de vagas desde 2007.

Até o tricolete Nelson Rodrigues reconheceu a supremacia do manto sagrado!

Postado em Colunas,DNAHaha,humor,Recordar é Viver | Wednesday, 27 de November de 2013

“Para qualquer um, a camisa vale tanto quanto uma gravata. Não para o Flamengo. Para o Flamengo a camisa é tudo. Já tem acontecido várias vezes o seguinte:- quando o time não dá nada, a camisa é içada, desfraldada, por invisíveis mãos. Adversários, juízes, bandeirinhas, tremem, então, intimidados, acovardados, batidos. Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará à camisa, aberta no arco. E diante do furor impotente do adversário, a camisa rubro-negra será uma bastilha inexpugnável.”

Nelson Rodrigues

camisa-nelson-rodrigues

Conhece nosso canal no YOUTUBE? Veja nosso programa DNA Forevis #3 - Musa loves Amaral, miss Brasil!

YouTube Preview Image

Sabe o que é um PODCAST?! Ouça nossa rádio web, o Papo de Urubu #08 sobre Gordos no Estádio, está hilário!

Carnica

por Carnica

Carniça é o editor do Papo de Urubu, o podcast do DNA. Ele tem todo poder nas mãos e todas gravações comprometedoras da equipe.

Um noite de festa no maraca

Postado em Colunas,Corneta do Burita | Thursday, 07 de November de 2013

Fala nação em êxtase!

Ontem estive no maraca pra ver a linda vitória do mengão, sobre os papagaios do planalto, e posso dizer que minha segunda vez no #NovoMaraca foi nota 10 … Tô que nem o #Brocador, 100% no Maracanã (risos).

Cheguei por volta de 20h50 e o entorno do estádio estava simplesmente uma bagunça (normal né?!) e o trânsito um caos, mas a torcida, como sempre, transbordava confiança e empolgação. Isso sim é que é torcida!

Minha volta ao maracanã foi na partida contra o Vitória e fui de setor Norte inferior, entrada F, e acabei ficando ali na quina do campo e realmente não é um bom lugar pra ver o jogo mesmo sendo mais perto do campo. Ontem já tive a oportunidade de assistir no setor Leste superior, entrada D, voltando a ver o Bellini de perto.

O #fato inquestionável é que não importa o conforto que seja nossa casa mas assistir um jogo do mengão (e só do mengão, até porque o do Brasil eu cago e ando) no maraca é um experiência única. A chuva fina e constante chata que acabou me deixando bem molhado não era nada comparada a certeza de que ia ver um espetáculo.

Mapa_Maracana_22052013

O jogo começou bem lento e o Flamengo, obviamente, não queria deixar tranquilo né? e tomou um gol com 5 minutos em uma jogada totalmente sem pretensão. Duvido que você, seja em casa ou no estádio, não ficou bem preocupado com isso (risos). Gol da filha da Xuxa!

Mas adivinha quem estava lá no estádio pra carregar o time nas costas?! Nós, a torcida mais linda e vibrante do mundo!

Não demorou muito e o Flamengo tomou conta do jogo e conseguiu virar em pouco tempo. Detalhe que nos dois lances elias foi fundamental. no primeiro tabelando com Hernane e no segundo com um golaço sensacional de fora da área. Será que o apoio ao filho que a torcida vem dando animou o cara?! Acho que sim hein (risos).

Depois foi só administrar, perder muitos gols (normal também né?) e lidar com o Jayme sempre recuando o time. Aliás eu ainda não consigo entender o porque desse Carlos eduardo entrar no time. É sem sombra de dúvida uma das piores coisas do Flamengo em 2013. De longe!

YouTube Preview Image

Agora é partir pra cima do Furação e transformá-los em leve brisa hahHAhaHAhahaAhaa …

1457484_541290475952760_1478703009_n

Burita

por Burita

Rafael Burity, o “Burita”, tem 30 anos, é designer web e ilustrador. Co-criador do site Riojob, divulgação de vagas desde 2007.

Faz 6 anos que a camisa 12 foi imortalizada

Postado em Colunas,Recordar é Viver | Thursday, 10 de October de 2013

camisa12-flamengo-dna

Fala Nação e décimo segundo jogador!

No dia 10 de outubro de 2007, a Camisa 12 do Flamengo foi aposentada, ou imortalizada, em homenagem a nós, a maior torcida do Brasil, e mundo.

Quem teve essa brilhante idéia foi Reginaldo Beltrão, um conselheiro, que encaminhou uma carta diretamente ao, então presidente, Márcio braga. Obviamente a proposta foi aceita logo de primeira.

Curiosamente foi em 2007 que tivemos aquela arrancada histórica no brasileirão após amargarmos o final da tabela por um grande tempo e graças a naçnao, o camisa 12 do mengão, terminamos em terceiro e classificados para libertadores do ano seguinte. No mesmo ano a média de público no brasileirão foi de 40 mil pessoas por jogo, a maior entre todas, e desde 99 que nenhum clube tinha média superior a 30 mil por jogo.

YouTube Preview Image

Graças a essa decisão a diretoria lançou também uma promoção pra criar um design para a camisa 12 que acabou gerando R$ 196.446,00 aos cofres do mais querido. Confira como foi!

Eu particularmente não curti nem o material e nem o desenho que ganhou na época, mas mesmo assim a homengem foi super válida. afinal de contas será que o mengão seria mengão sem nós?! (risos)

012128300

Confira algumas matérias da época falando desse grande dia:

UOL – Flamengo homenageia torcida e aposenta camisa 12

GE – Flamengo aposenta camisa 12

Flamengo – Camisa 12 é exclusiva da torcida (a reunião se deu no dia 09 mas a oficialização foi no dia 10)

Olha a carta que originou tudo isso:

camisa12-carta-1 camisa12-carta-2

Antes da Camisa 12 a única camisa do clube que foi aposentada foi a Camisa 14 de Oscar Schmidt no Basquete rubro-negro.

Burita

por Burita

Rafael Burity, o “Burita”, tem 30 anos, é designer web e ilustrador. Co-criador do site Riojob, divulgação de vagas desde 2007.

Holy Chips!! Deixou chegar F*&#!

Postado em Colunas,Ih, Teve jogo? | Tuesday, 10 de September de 2013

DSC_0003

Existem coisas que só acontecem ao Flamengo. Se superar quando ninguém acredita é uma delas.

Antes de começar a dar minha opinião quer dizer que este post é patrocinado pela Futfanatics que desde 2009 (Ano do mengão hein) oferece diversos artigos esportivos para os fanáticos por futebol.

Eles tem camisas de diversos clubes europeus e sul-americanos, seleções, shorts, material para goleiro, agasalhos, bolas e claro, o uniforme do mengão! São centenas de produtos exclusivos, tem desde produtos dos times consagrados do mundo até produtos de times pequenos como o Vasco.

Se você é colecionador e fanático por futebol, ou simplesmente ama o mengão precisa visitar o site da Futfanatics.

Parceria DNA e Futfanatics, ultrapassando fronteiras.

Quarta feira cheguei às 21:20h ao Maracanã. Não enfrentei quase nenhuma fila, não fui revistado, as catracas estavam desligadas e meu ingresso foi destacado a mão.

DSC_0004 Entrei no estádio e rapidamente achei um lugar. Setor Central, longe do corredor do jeitinho que eu gosto.  Nesse momento faltavam 15 minutos para o apito inicial e os goleiros ainda se aqueciam.

O Maraca estava lindo! Torcida cantando, confiança nos olhos de cada um. Ninguém duvidava que o jogo  seria difícil, mas ninguém duvidava do poder da junção Flamengo + Maracanã + Torcida.

A novidade começou na escalação. Wallace e Carlos Eduardo foram anunciados como titulares e vaiados  antes mesmo da partida iniciar. Rafinha ovacionado.  Mas a grande boa notícia foi a presença do motor do  time: Elias.

Antes mesmo da partida começar a torcida já pedia raça, mostrando que ganhar e perder é do jogo, mas  ser eliminado de forma apática não seria tolerado. E o time correspondeu. O Flamengo começou  apertando a marcação e mostrando muita disposição. A classificação podia não vir por falta de técnica de um time mediano, o jeito era esperar a superação..e ela veio.

O Flamengo não fez uma grande partida na parte ofensiva, mas jogou de igual para igual com um time muito superior tecnicamente, que tinha dando um baile na primeira partida. Nosso sistema defensivo funcionou na maior parte do jogo,  Rafinha fez bela parceria com Luiz Antônio e posteriormente com Paulinho na direita. André Santos, Carlos Eduardo e João Paulo não conseguiram gerar o mesmo efeito na esquerda. O time não ameaçava, mas também não era ameaçado.

E a confiança da torcida não diminuía. Até que aos históricos 43 minutos do segundo tempo, em grande jogada de Rafinha e Paulinho e em movimentação perfeita do astro do time, a torcida explodia com o gol da classificação.

O time foi guerreiro e foi recompensado. A torcida apoiou e foi recompensada.

Todos que não vestiam azul saíram felizes.

YouTube Preview Image

SOBRE A PARCERIA

O Flamengo no Maracanã é outro. E o Maracanã sem o Flamengo é um estádio comum.

Concordo com a diretoria quando ela reclama das taxas abusivas para jogar no que deveria ser sua “casa”, mas ela não pode reclamar de um contrato que ela disse ser vantajoso ao assinar.

O contrato vale até o final do ano. O time não tem condições de jogar todos os jogos fora do Rio de Janeiro. Ao meu ver, a solução é mandar os jogos contra os pequenos em Macaé ou Volta Redonda e os de maior apelo no Maraca e tentar rediscutir um novo contrato para o ano que vem.

E deve sim, fazer jogo duro com o consórcio.

O DNA está participando do concurso de sites Peixe Grande que tem como objetivo premiar os melhores blog do país. E claro que não ficaríamos fora dessa.

Que tal mostrar a força rubro negra?! VOTE NO DNA AGORA!

filipefcintra

por filipefcintra

Nascido em Niterói, mas adotei Nova Friburgo como minha cidade natal. Tenho 26 anos, casado (quase), administrador (quase), bom colunista (quase). Fanático por futebol desde pequeno, vim com o Flamengo já em meu DNA.

Aristocracia Flamenga, porque o NOVO Maraca exige uma torcida de CLASSE

Postado em Colunas,eventos,Promoções e Eventos | Thursday, 25 de July de 2013

Versao-rubro-negra-protesto-FotoReproducaoFacebook_LANIMA20130724_0209_47

Fala Nação rica!

Já venho a algum tempo desanimado com o “futuro” do Maracanã e acredito que seja bem provável a minha ausência neste novo templo do futebol, por tempo indeterminado.

Além das notícias ridículas que envolvem a cartilha do torcedor com proibições, ou “sugestões”, absurdas ao espírito e cerne do que é torcer no Brasil, eu me sinto agredido e indignado com os valores abusivos. Não digo que esteja errado ter valores altos para setores mais “nobres” do estádio, mas a ausência de preços mais realistas ou acessíveis, mesmo que em lugares mais distantes ou menos privilegiados é constrangedor.

Soube da manifestação que está sendo organizada tanto pela torcida rubro negra quanto pela cachorrada para este jogo de domingo e desde já apoio veementemente. Não sei bem ao certo mas parece que foi encabeçado por  Eduardo Tomazine Teixeira, Luiz Felipe Thomaz , Caio Figueirado e Bruno Nin. Perdoe se esqueci de alguém.

O esporte é e sempre será um lazer do povo, seja rico ou pobre.

Claro que em qualquer lugar do mundo existem os ingressos caros, mas em muitos deles um torcedor com menos poder aquisitivo pode adquirir ingressos mais modestos e que não o privarão de torcer pelo seu clube do coração.

A manifestação ocorrerá domingo dia 28 antes do clássico.

SEGUE O TEXTO DO EVENTO: Leia mais

Burita

por Burita

Rafael Burity, o “Burita”, tem 30 anos, é designer web e ilustrador. Co-criador do site Riojob, divulgação de vagas desde 2007.

Ensinando a ser rubro negro

Postado em Colunas,Corneta do Burita | Sunday, 19 de August de 2012

Fala nação verdadeira!

Eu sei que deveria ser um simples pós-jogo de Flamengo e vasco mas preciso expressar minha opinião sobre a cobrança dos verdadeiros rubro negros.

Já que temos tantos que acreditam saber a forma certa de torcer e o jeito correto de ser flamenguista eu resolvi mudar um pouco minha forma de escrever os posts e hoje vou, inédita e exclusivamente, ser um rubro negro “perfeito”. Todos de acordo?!

Não é um recado direto a ninguém, mas como é recorrente essa cobrança, principalmente no twitter, achei legal abordar o tema.

Vamos a avaliação da partida, vinda de um rubro negro de verdade. Começa a #Ironia

Leia mais

Burita

por Burita

Rafael Burity, o “Burita”, tem 30 anos, é designer web e ilustrador. Co-criador do site Riojob, divulgação de vagas desde 2007.

Até onde vai seu amor pelo mengão?

Postado em Colunas,Recordar é Viver | Tuesday, 07 de August de 2012

Fala Nação apaixonada!

Não sou adepto de muitas “loucuras” por aí no futebol, mas achei interessante tocar no assunto.

Você ama o Flamengo? Como você demonstra isso? Até onde vai seu amor por ele?

Este vídeo faz parte de uma série de vídeos apresentados pela Olympikus em homenagem ao torcedor rubro-negro e produzido pela Baxada Nacional Filmes. O personagem principal é o Arivaldo Luiz da Silva Alves, conhecido como Ari. Ele faleceu dia 02 de novembro de 2011.

Ari tinha 29 tatuagens do Flamengo e montou em casa um museu para homenagear o time, o “mengorial”. O amor pelo clube de regatas contagiou toda a família.

Leia mais

Burita

por Burita

Rafael Burity, o “Burita”, tem 30 anos, é designer web e ilustrador. Co-criador do site Riojob, divulgação de vagas desde 2007.

Campanha: Sócios 2012

Postado em Colunas,eventos,Promoções e Eventos | Tuesday, 17 de July de 2012

Se você não está satisfeito com o Flamengo, tem duas opções: ficar reclamando de fora ou virar sócio e participar da mudança. 11/8/2012 – Dia Nacional de Mobilização Rubro-Negra

Sábado, 11 de agosto, foi escolhido como o primeiro Dia Nacional de Mobilização Rubro-Negra. A campanha tem adesão de grupos de sócios, Embaixadas, blogs, sites e Twitters rubro-negros. E a data está marcada para quem é Flamengo tornar-se verdadeiramente parte de seu clube, fortalecendo e influenciando nos destinos desta instituição que já influencia a vida de milhões, mas tem seus rumos decididos por muito poucos.

- Se você mora no Rio de Janeiro, é dia de ir à Gávea e tornar-se Sócio do clube!
- Se você mora fora do Rio de Janeiro, é dia de ir a uma Embaixada Rubro-Negra assistir Flamengo x Náutico e levar os documentos necessários para tornar-se Sócio Off-Rio!

Acesse o site da campanha: www.sejasociodoflamengo.com.br.

• Por que ser sócio do Flamengo?

As instituições mudam conforme a determinação de seus controladores e é crucial que cada um de nós deixe de ser apenas torcedor para virar DONO do Mengão. Ser sócio é deixar de ser consumidor e tornar-se acionista!

Não é admissível que os destinos da nossa Nação estejam nas mãos de apenas 0,02% de Rubro-Negros, que são os que têm direito de voto – e, ainda assim, uma parte deles com pouca ou nenhuma vinculação com o futebol. Para um candidato com ideias parecidas com as suas tenha chance de se eleger, é preciso que existam dentro do clube sócios que apoiem estas ideias. Se você pode ser um deles, a hora é agora!

Pense no tamanho do investimento emocional, financeiro e de tempo você já faz no Flamengo e reflita: você deve ou não dar o passo seguinte para poder realmente influenciar no futuro do clube? Clique aqui e entenda melhor por que todo rubro-negro que tiver esta possibilidade deve se tornar sócio.

Atenção: para poder votar nas eleições de 2015, é preciso ser sócio até o dia 31 de agosto deste ano! Clique aqui e entenda os prazos para participar das eleições do clube.

• Quanto custa ser sócio? Leia mais

Carnica

por Carnica

Carniça é o editor do Papo de Urubu, o podcast do DNA. Ele tem todo poder nas mãos e todas gravações comprometedoras da equipe.

O Flamengo é Nosso!

Postado em Colunas | Saturday, 23 de June de 2012

Há alguns anos tem se tornado prática comum rubro-negros falarem com tristeza sobre as mazelas do Flamengo, seja no trabalho, na rua, nas redes sociais e até nas baladas. Virou rotina ver o nome do Flamengo associado a bagunça, amadorismo e confusões. E é fácil nessas horas colocar a culpa na direção do clube.

Óbvio que a direção tem culpa. Mas vamos fazer uma mea culpa: nós também temos (uma pequena) parte de responsabilidade nisso. Pois estamos totalmente alheios às decisões do clube. Foi-se o tempo em que o torcedor apenas torcia. Hoje, se ele quiser ter alegrias com o time, ele deve chamar a responsabilidade para si. Não basta apenas ser torcedor do clube. Temos que ser “donos” dele.

Depois de tanta humilhação, decidi que era chegada a hora de me associar, mesmo morando em Fortaleza, muito longe do Rio. Muitos não sabem que existe uma categoria de sócios chamada off-Rio, que custa apenas 40 reais por mês, e que dá direito a voto (também ganha revistinha, dá acesso ao clube, poder comprar ingresso quando for a jogo no Rio…). Você acha muito pagar quarentinha por mês? Pois saiba que é o mesmo valor que o cachorrinho de um dono do Internacional paga para não ter direito absolutamente nada além de um “diploma de cãolorado”. Ainda acha o valor absurdo? Leia mais

Cynara Peixoto

por Cynara Peixoto

Analista de sistemas, blogueira e flamenguista fanática, mesmo morando a milhares de quilômetros de distância.

Podcast Papo de Urubu

  • Visualizar

    PAPO DE URUBU #08 | Gordos no estádio

  • Visualizar

    PAPO DE URUBU #07 | O camisa 8 da nação

  • Visualizar

    Papo de Urubu #06 | Homer é Rubro Negro

Ver Todos

Categorias

banner-quadrado-camisa-dna

Cadastro de Newsletter

Entre com seu e-mail: